25/03/11

SUCURI CAPTURADA EM SÃO BORJA - FONTE CORREIO DO POVO

Acessei agora pelo twitter - Correio do Povo - notícia que passa a ser recorrente na nossa região, infelizmente, ainda, com pouco destaque, pela sua importância.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=272731

 

Sucuri de 2,4 metros é captura em São Borja

Foi a segunda serpente encontrada na região nos últimos cinco meses

Sucuri de 2,4 metros é captura em São Borja<br /><b>Crédito: </b> CABM / Divulgação
Sucuri de 2,4 metros é captura em São Borja
Crédito: CABM / Divulgação
Sucuri de 2,4 metros é captura em São Borja
Crédito: CABM / Divulgação
O Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) capturou nesta sexta-feira um sucuri de 2,4 metros em uma propriedade rural no interior de São Borja, na fronteira Oeste do Estado. O animal estava dentro de um graneleiro de arroz quando foi localizado e, após capturado, foi encaminhado para o escritório regional do Ibama em Uruguaiana. Esta é a segunda sucuri encontrada na localidade nos últimos cinco meses. No começo de outubro do ano passado, uma serpente de 3 metros foi localizada na mesma propriedade.

Conforme o comandante do Pelotão Ambiental da cidade, sargento Joel da Silva Souza, há informações de que outras sucuris foram vistas na região. Ele suspeita de que houvesse um casal, que se reproduziu. A sucuri é ovípara, com gestação de seis meses, e dá à luz de 20 a 40 filhotes.

Essa serpente não é nativa do Rio Grande do Sul, tendo ocorrência no Brasil desde a Amazônia até o Paraná. Uma das hipóteses apontadas pelo sargento Joel para a entrada de sucuris no Estado é em consequência de enchentes, pois as cheias dos rios facilitariam o seu deslocamento, já que elas passam a maior parte do seu tempo na água, onde atinge velocidades bem maiores que em terra. Outra possibilidade é o transporte feito por caminhoneiros, que viajam entre Estados. “Alguém pode ter trazido filhotes que cresceram e se reproduziram aqui”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário